Mamoplastia

As mamoplastias contemplam todas as cirurgias realizadas nas mamas, com ou sem implante de silicone. 

Mamoplastia de aumento: o implante mamário (ou prótese de silicone) pode ser realizada para aumentar e remodelar os seios, além de equilibrar o tamanho de mamas assimétricas e o restaurar o volume e formato. Não é indicada para seios caídos ou para correção de flacidez. 

Existem diferentes tipos de próteses mamárias e inserções de implante. A escolha vai depender do objetivo do paciente e da indicação do cirurgião responsável. 

Mamoplastia redutora: indicada para mulheres que querem reduzir o tamanho das mamas. Além de opções estéticas, seios excessivamente grandes causam incômodo devido a dores nas costas e no pescoço, além de marcar o sutiã. A cirurgia resulta em nova forma das mamas, as deixando mais elevadas e com tamanho mais confortável, além de proporcionar simetria. 

Mastopexia: O procedimento é indicado para corrigir mamas flácidas, que podem ser causadas por genética, amamentação, ganho e perda de peso e envelhecimento, entre outras. O excesso de pele das mamas é retirado e o restante é esticado, para melhorar o formato dos seios. Pode ser feito com ou sem implante de silicone. A técnica cirúrgica utilizada é definida pelo médico, de acordo com o grau de queda dos seios e formato das mamas.

Rolar para cima