Inserção do Implanon

O que é o Implanon?

O Implanon, único produto de chip anticoncepcional aprovado no Brasil, é um método de alta eficácia, amplamente estudado e reconhecido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Trata-se de um método contraceptivo reversível de ação prolongada. Ele tem a forma de bastão (4 centímetros de comprimento e 2 milímetros de diâmetro) e contém etonogestrel. O hormônio é liberado continuamente, inibindo a ovulação, além de alterar o muco cervical, impedindo a passagem dos espermatozoides.

O principal diferencial que se pode destacar entre o Implanon e os outros métodos anticoncepcionais mais recorrentes é a independência da paciente, que fica livre do regime diário, semanal ou mensal da medicação.

Segundo o fabricante e a própria ANVISA, o implante anticoncepcional é capaz de proteger a mulher de gravidez indesejada pelo período de até 3 anos, de acordo com as condições clínicas da paciente.

Mas o Implanon é seguro?

Sim, o chip anticoncepcional é considerado um dos métodos mais eficazes de contracepção da atualidade. Isso por que a sua eficácia ultrapassa os 99% durante os cerca de 3 anos em que o implante segue liberando seu princípio ativo para a corrente sanguínea.

Efeitos colaterais:

Em raros casos pode acontecer retenção de líquido, mas isso não é uma regra. Algumas mulheres com tendência a ganho de peso, podem perceber essa diferença principalmente nos primeiros 6 meses de implante. 

No entanto, como você já estará bem assistida por um profissional especializado, ele poderá auxiliar com esses cuidados. Mas em geral, manter uma dieta equilibrada e praticar atividades físicas já é suficiente para não ganhar peso com o Implanon.

Em mulheres com tendência a pele oleosa, o Implanom pode causar acne. Contudo, outro efeito colateral que pode ocorrer em alguns casos, é o escape menstrual (pequeno sangramento vaginal irregular).

O Implanon não aumenta o risco de trombose, nem altera a pressão arterial, nem interfere na maioria das doenças. Não dá náuseas ou vômitos.

O principal efeito colateral deste método é a mudança da menstruação, por afinar o revestimento interno do útero (endométrio), a quantidade de sangramento se reduz (e por isso muda de cor, pode ficar amarronzado). Além de mudar o intervalo. Maioria das mulheres que usa esse método fica satisfeita com a forma de sangramento (não menstrua, ou menstrua a cada 2 a 3 meses ou menstrua uma vez por mês). No entanto, algumas ficam com sangramentos frequentes (mais de uma vez por mês e com duração variável).

O preparo está anexo na página

Contato

Outros tratamentos 

Confira aqui outros tratamentos que também são realizados na Suzanclin.

Cirurgia bariátrica (Gastroplastia)

Cirurgia metabólica

Cirurgia da vesícula (Colecistectomia)

Abdominoplastia

Endoscopia Digestiva Alta

Colonoscopia

Adicione o texto do seu título aqui

Adicione o texto do seu título aqui

Adicione o texto do seu título aqui

Adicione o texto do seu título aqui